Da vida · Férias

No comboio 

Estou a viajar de comboio. Há anos que não o fazia, no mínimo uns 5 anos. Continua tranquilo e os comboios foram renovados e actualizados, estão mais cómodos e silenciosos. O revisor continua a picar o bilhete com aquele furador próprio e as portas entre as carruagens quando se abrem fazem um som quase inaudível. Tem máquinas de vending e de cafés e cafezinhos. Gosto disto! Ao invés de fazer uma viagem de 170 km de carro, com custos de combustível, portagens e scuts, faço a viagem de comboio por metade do valor. Há prós e contras, óbvio. Mas hoje, está a saber-me bem viajar assim, está um dia lindo com um sol que entra pela janela.

Passo por terras e terriolas com paredes caiadas de branco, terras cultivadas, árvores pintadas de outono, o rio Tejo que espelha o sol, o castelo de Almourol, passo por outros comboios em direção oposta à minha… Que saudades que eu tinha deste cantinho á beira mar plantado.


  

Anúncios

3 thoughts on “No comboio 

  1. Que texto bonito!
    Nem me lembro aos anos que não ando de comboio, mas de certeza que à mais de 20.
    O que acho mais extraordinário, é o facto de olhar o mundo. Reparar nos pormenores. Olhar a paisagem.
    Mas ao ler este texto, confesso que fiquei com vontade de o fazer!
    Aproveita muito…
    MR<3
    @sagadaemigracao

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s